carregando...

mar 2019
Promessa é dúvida


E que cada verso dito valha
Mais que um rito cru disperso
Ou uma falha não pensada
Ou uma farsa, um conto, um mito


E que haja amor depois do riso
Ou pra sempre, ou durante
No sorriso nu do instante
No calor do regozijo


Pois aqui o vento é sopro
Quase o dobro numa ética
Onde a vida vale o invento


Vinde o azul vinil da estética
Brinde ao lento barco novo
Ante o mar visão de ótica

Foto by Simas